quarta-feira, 24 de junho de 2015

“Ser” ou “Ter”


 Imagine uma escada com dez degraus, o primeiro degrau é o “Ser” e o último é o “Ter”. Cada pessoa no mundo se localiza em um dos degraus sendo que ninguém esta no primeiro e nem no último. Não se pode julgar as pessoas como ‘aquelas que têm personalidades’ e ‘aquelas que possuem dinheiro’. Cada pessoa tem que construir sua personalidade apenas no desejo de juntar bens ou apenas na construção moral, (até pode, mas é insustentável).
            O “Ser” é formado pela personalidade do indivíduo; Honestidade, ética, senso de justiça, entre outras qualidades que formam o caráter. O tamanho do “Ser” é indicado pela integridade de cada uma dessas qualidades. “Ter” é formado pela junção de todos os bens do indivíduo sendo que deformem a integridade da personalidade do “Ser”, podemos citar o exemplo de uma pessoa que muda sua personalidade de acordo com a quantidade de bens materiais que adquire.
            “Ser” também é formado pelo conhecimento adquirido e vivido, quanto mais próximo do primeiro degrau você estiver, maior a possibilidade de adquirir bens, por isso desde pequenos os nossos pais manda-nos estudar, porque sem estudo não subiremos na vida (existem exceções, poucas, mas existem).

            Na construção do nosso “Ter”, se deve ter cuidado para que esse desejo não tome conta da personalidade, para evitar devemos ser humildes, humildade não é ser pobre, mas ser simples. Dentro de cada um de nós tem um pouco de “Ser” e “Ter”, são dois cachorros famintos lutando, vai vencer aquele que alimentarmos mais. E você, esta em qual degrau?

Nenhum comentário:

Postar um comentário